sábado, 17 de dezembro de 2011

Aos leitores - estrangeiros ou não


O objetivo do blog Luz de Fifó é espalhar por todos os cantos as riquezas e belezas contidas nas histórias da literatura de cordel, nos causos e histórias do cangaço, nas músicas e nas poesias escritas por nordestinos que orgulham-se ao cantar e declamar versos sobre e para a nossa região e o mundo - sejam eles fantasiosos ou verídicos. Desde maio deste ano, estamos esparramando um pouco disso tudo aqui na blogosfera. Temos alcançado cada vez mais pessoas. O número de acessos só aumenta e nos dá ainda mais vontade de continuar esse trabalho, pois é uma prova do quanto a nossa cultura popular é admirada pelo mundo afora.

Isso mesmo, pelo MUNDO afora. Nos surpreendeu ao acompanhar as estatísticas do servidor, que nos revelou acesso em países de todos os continentes. Somos vistos nos Estados Unidos, Portugal, França, Alemanha, Rússia, Holanda, Chile, Letônia, Dinamarca, Reino Unido, Polônia, Ucrânia, Argentina, Canadá, Japão...

Podem existir diversos motivos para que estrangeiros acessem o nosso blog (desde a pesquisa à curiosidade, passando pela saudade - afinal há nordestinos e brasileiros esparramados por todo o planeta), mas uma coisa é certa: o que traz muita gente até aqui é o deslumbramento provocado pelos versos e histórias carregados de símbolos do Nordeste, que nos remota às lembranças da infância, a lugares que conhecemos, aos parentes distantes e até mesmo aos sentimento de patriotismo que todo sertanejo carrega por amor à sua terra (mesmo que não seja dessas bandas de cá).

Dessa forma, agradecemos a todos, estrangeiros ou não, por estar conosco. Acompanhando as atualizações e participando desse blog, afinal não faria sentido o Luz de Fifó sem os seus leitores. Seja qual for o motivo que lhe trouxe até aqui, seja muito bem vindo e volte sempre. Juntos continuaremos a divulgar a cultura popular nordestina, reconhecendo sua beleza e seu encantamento em qualquer parte do mundo.

Comente, repasse e indique o Luz de Fifó. Muito obrigado,
Antonio Andrade e Ailton Fernandes.

Nenhum comentário: