quarta-feira, 15 de junho de 2011

Exposição literária e fotográfica na Casa do Cordel

Pela terceira vez, a Vila Junina conta com a Casa do Cordel, onde o professor Antonio Andrade expõe o seu acervo de cordéis. Esse ano, além dos folhetos, há exposição de fotos do cangaço, de Lampião e de Patativa do Assaré, e peças do artesanato nordestino. A instalação é uma das que chamam mais atenção dos visitantes, que se debruçam sobre uma série de histórias e se surpreendem com a riqueza cultural que a simples casinha de taipa guarda durante a programação do Forró Pé de Serra do Periperi, promovido pela Prefeitura Municipal através da Secretaria de Cultura.

São mais de mil títulos, entre clássicos e produções mais recentes, que podem ser apreciados ou até mesmo adquiridos pelos visitantes. Durante a visita ainda é possível ter uma prosa sobre Lampião e Maria Bonita, cangaceiros, poetas populares e cultura nordestina com Andrade, estudioso, pesquisador, divulgador, incentivador e agente das nossas tradições regionais. A exposição segue até o dia 26 desse mês, das 18h às 23h na Praça Tancredo Neves.


RANCHO - Além do espaço dedicado ao cordel, um outro espaço tem atraído os olhares, a Casa do Tropeiro, que expõe peças utilizadas pelos antigos tropeiros, como: cangalhas, laço, cabeçada, rebenque, armamentos, bruacas, entre outros. Organizada pela Ong Carreiro de Tropa - Catrop, a Casa lembra a importância de se preservar, difundir e valorizar a memória do tropeirismo na região do Sertão da Ressaca.


Confira alguns registros da Casa do Cordel:

Um comentário:

EVA BORGES disse...

MUITO LINDO!!! CRIATIVO!!! EDUCATIVO!!!!

Parabéns, Prof. Andrade!!!

Viva a Cultura Popular!!!!

Eva Borges